segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Pós-Poesia

Foto: Google
Pós-poesia
O gesto desvenda o mistério da ilusão
Escondidas noites
Em palavras comun-idades
Percurso do tempo
Vai chegando a hora
De iluminar espécies raras
Mas, isso não basta
O segredo
da palavra
está

Ainda são palavras retas...
No clamor cíclico do Poeta
Everaldo ygor - outubros 2009.

6 comentários:

Bruno disse...

Bom hein cara =]
manero teu blog!
abraçoo

Cristiano Contreiras disse...

Interessante o conceito do blog mesmo, texto e imagens impactantes!
Te sigo!

Luan Silva disse...

gostei do blog...

Aristides de Albuquerque disse...

bem intenso, juro quem num entendi muito o significado da poesia, mas parece que ate é bom ñ entender, a cada vez que eu leio eu descubro um significado. abrç

Manoel Leonam disse...

vixe

→ Ana ... disse...

Criativa suas poesias.
Parabéns pelo blog.