domingo, 16 de maio de 2010

Arritmia das Linhas

Pico Cristal - Serra do Caparaó
Fonte: Google/Flickr

Na falta dos meus sinuosos sentidos
Na fala total dos significados do som
Aguardando a volúpia dos dias
Da Lua longe da face nua – fria

E o Sol iluminando mentes sombrias
Na manhã ingrata - distante
Da desconexão com os outros
Nas raízes escondidas da luz

Nasce a isquemia silenciosa
Obscura...
Vácua
Voracidade veloz

Da vertigem silenciosa
Incurável da frágil cidade
Interna de um sonho acalentado
Por arritmias
Nas letras - insólitas de minha morada.

6 comentários:

extrovertimido disse...

bog legal

Anônimo disse...

Arritmia com ritmo

Macaco Pipi disse...

VAMOS DANÇAR ISSO!

seuvicio disse...

É lá na Inglaterra q tem disso.

Fernanda disse...

Você demonstra influência do simbolismo; sinto Cruz e Sousa e suas formas claras, ebúrneas, cristalinas, vivendo em você. Beijos e sucesso no blog!

Fer ° disse...

adorei teu blog!! belíssimos posts!