quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Vida Simples e Distorcida

Foto: Everaldo Ygor
...Eu
Tu Ele
Nós
Vós Eles

Posso falar, andar e até correr... Ir ao cinema ou teatro.
Escrevo mau e mal o Inglês, conheço uma dúzia de citações em Latim. O Português, modestamente pesquiso meu idioma e língua. Entendo o Espanhol, viajo por ai. Comer, beber, sobrecarregar o corpo e mente de gorduras, ácidos graxos e todo tipo de lixo industrial. Beijar, pintar, abraçar e Amar, sexo e álcool em ciclos de caos. Posso até contar:

0 1 2 3 4 5 6 7 8 9

Mais tarde ir ao banheiro.
Somar, dividir, multiplicar e subtrair, pensar e sonhar. Plantar uma árvore, soltar uma pipa e navegar na Internet. Pescar e nadar, sair da cidade ir até o campo. Falar com amigos, família, brincar Ser criança.
Respirar, ler, contar histórias, escrever livros e até fazer poesias. Trabalhar-envelhecer. Fazer Yoga e meditação. Escolas, cursos e Universidade. Prossigo Adjetivando tudo, textos e vidas. Admirando o poente, o firmamento, tirando fotos... Com Saudades Plenas da minha Musa Poesia, de Cidades onde não estive e de pessoas que nunca vi.

Cantar/gritar/rir/chorar.

Transformo-me no Fiel da Balança
Nas andanças vou desequilibrado na Corda Bamba
Trilhando sempre o Fio da Navalha...
Sou assim; sobrevivente sobre Mil Platôs dentro do Capitalismo e Esquizofrenia...
Vivendo durante dias, morrendo durante tardes noites, e no tempo seguinte, renascendo sempre até o ciclo

Falhar e o espelho se quebrar...

Dançando com o universo colorido da mandala alada distorcida.
Na breve existência da Auto-Ilusão...

Everaldo Ygor
Dezembro 2007 – Janeiro 2008.

67 comentários:

Eliseu Antonio Gomes disse...

O ser humano é pensante...

Pensa de forma emocional e também de forma sistemática.

O ideal para viver feliz e se dar bem neste mundo globalizado é saber usar as duas maneiras de pensar. É importante ter inteligência emocional (QE)e a inteligência que apreende o raciocínio sistematizado (QI).

Não parece, mas para possuir o poder de fazer outros rirem, é necessário ter inteligência!!!

Fazer chorar? Não é preciso pensar, não... Até os jumentos conseguem isso...

Abraço.

Jefferson Barbosa disse...

Deve ser o pior tipo de saudade. A mais angustiante. Aquela que se sente por algo que nunca se viu. Muitas vezes sinto-lhe, no entanto, ela só vem junto com a ansiosidade. Penso que sou um varrido.

Kemp disse...

Nas andanças vou desequilibrado na Corda Bamba
Trilhando sempre o Fio da Navalha...

Resumindo a vida do brasileiro, hein?????
;)

blog disse...

Altamente simbólico, camarada.
Um mergulho dentro de si mesmo, mas é tudo aparência. Ao mergulharmos, encontramos aquilo que não conhecemos.
Assim é que é válido.

E me lembrei de Alice, "in Wonderland", quando ela diz que não sabe para onde ir. Responde o Chapeleiro: é a melhor forma de chegar a um lugar onde nunca esteve.

Gu disse...

Muito boa essa foto, e muito bons os textos também. Gostosos de ler e com um significado legal.
Abraço

Wuoy vooM disse...

Dançando com o universo colorido da mandala alada distorcida.
Na breve existência da Auto-ilusão.
Caro poeta Everaldo Ygor, seus pensamentos se parecem assombrosamente com os meus. Você conseguiu buscar dentro de si palavras sábias para falar de seu próprio eu. Admirável. Toda vez que mergulho em mim, emerjo com duvidas e calado.

Cordiais Abraços do amigo Lucas Queiroz – Wuoy vooM

CapinaremosRH@gmail.com (Zanfa) disse...

E todas essas ações são compreendidas em um único ser, é como se todo céu pudesse ser compreendido num único pássaro.

Viajei.

Vírgula Antenada disse...

De tudo que já li em Blogs que visito, essa é a postagem mais linda.

César Fernández disse...

Que porra mais linda.

[foi mal, é que não tem outra coisa que eu possa dizer agora]

Patrícia Colmenero disse...

Oi!
Obrigada pelo comentário no meu blog!
Seu texto é cheio de energia, muito ágil, quase uma lista, quase um segundo!
Fiquei intrigada...

MH disse...

Bemmmmm legal. Lendo esse texto tava com a impressão que tava seguindo um louco desvairado, fazendo 100 coisas ao mesmo tempo. Ah, o louco no caso é você. rsrsrs. Pelo ritmo do seu texto, seu blog tinha que chamar "outras Corridas"...brincadeira...adorei (ja tinha visitado te blog antes)

Lalo Oliveira disse...

Bonito. Veloz
Coisas boas de se fazer.
Até mesmo a ilusão,
Pq não?

Louise Mira (Luly) disse...

Exato. Pode-se fazer o que quiser, mas "todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convêm". Vamos refletir nisso.

Belo texto!

CapinaremosRH@gmail.com (Zanfa) disse...

Muitas andanças e ações em geral pra ti em 2008. =D

Net Esportes disse...

muito bom, achei ótimo a forma como foi colocado o pensamento e intercalado assim..... gostei

sweet disse...

MAIS um ótimo blog que visito hoje!


parabéns!!



http://merlimopirata.blogspot.com/

Blog Esponja disse...

Muito bom o poema.
Parabéns pelo blog.
Acho meio dificil analisar poemas. São tão pessoais que fica complicado dizer algo sobre eles.

O negocio é ler e viajar com as palavras.

Blog Esponja ®
www.blogesponja.net

Tudo foi pro Ralo disse...

Na breve existência da Auto-Ilusão.. cara adoooooorei isso... simplismente demaaaaaaaais....

Obrigada pela visita no Ralo... Bjoka

Dear_Quel disse...

Escreves divinamente bem!

Mas minha cabeça ainda está doendo de tanta ação.!!

*palmas!!

muito bom!

abraços!!

Meerstempel Badist disse...

Primeiramente desculpe pela falha eu comentei, mas acho que fechei o navegador antes da gravação, então vamos lá.

Adorei seu blog, muito bom mesmo, já está no meu favoritos. Sobre o texto, achei bem complexo, não são os meus favoritos gosto da complexidade nas coisas simples, mas mesmo assim gostei dele. parabéns!

M. disse...

não serei a primeira e nem a última a dizer: que lindo!
linda a estrutura, lindo o texto!
Parabéns!
boa sexta-feira!
abraço!

Fábio Buchecha disse...

O que está distorcido agora é o meu credo, o meu entendimento da vida e suas nuânces.

___________________________________
TemPraQuemQuer <<< Entra!

gabi delarge disse...

belo e essêncial. soa promissor...



adicionei você aos meus links.

disse...

Muito bom seu blog. Eu o descobri através de um outro. Gostei e voltarei mais vezes.

O Idiota disse...

[Vindo do orkut...]

Uhm, eu não gosto de poesias >_<

Mas parabéns pelo blog - pra quem gosta é um prato cheio.

[]

Osmar Portilho disse...

gostei dos textos cara...visitarei mais em breve...

FALSA REALIDADE disse...

a saudades mata!
parabens pelo blog!

www.falsarealidade.blogspot.com

CapinaremosRH@gmail.com (Zanfa) disse...

Gosto da liberdade que tu criar tuas poesias, nada muito métrico e certinho. ;D

Dear_Quel disse...

Vida longa a nossa poesia!!

:)

Liana disse...

pois é.
outras...
é muito lindo, muito bom.

trun trun,

plyniolp disse...

"Falhar e o espelho se quebrar..."


A-D-O-R-E-I


muito bom mesmu

José Vitor Rack disse...

esse post é uma verdadeira viagem existencial, cara. muito bom.

Renato - O Sardo disse...

Pudera eu ter a qualidade de "adjetivar" a vida com tanta propriedade e maestria. Parabens.
Suas divagações são simplesmente belas e caóticas.
Tenho certeza que se "viajares" um pouco mais farás poemas de cada uma de suas frases neste poema.

VIVA!!!!

young vapire luke lestat news disse...

Texto belíssimo.
Com desfecho de mestre poeta...
Parabéns...
perfeito

[]s L.Sakssida

Julia Pedreira disse...

nossa, q lindo...lindo mesmo. e que seja uma "auto-ilusao", ainda assim nao deixa de ser "viver". :)

Dragus disse...

Bem bonito esse texto. =D

Jan Carlos disse...

Andanças... quem pensa não pode ficar parado! Gostei do blog, muito bem feito... gostei das poesias... me motivou a publicar ams minhas.

Abraço e continue andando...

Daniel Leite disse...

Muito bom!

Resume a vida, a globalização, a liberedade, os pensamentos. E por aí vai...

* hemisfério norte disse...

distorcido nao é este blog, de certeza, por isso é bom passar por aqui.
bj
a.

dom Filipão disse...

Mto Bom
Belo texto
Isso me fascina.
me Seduz
me encanta

=)

rato contra a vassoura disse...

fantástico...
um ritmo frenético onde toda beleza e sensibilidade é descarregada num turbilhão de idéias e ideais

essa poesia é a esposa perfeita pro meu último post: Fluo




http://artepoiesis.blogspot.com/

Fênix Dualista disse...

Tudo isso e ainda fazer poesia?
Sublime!

Belíssimo jogo de idéias.

Marco Antonio disse...

Quanta brincadeira com as palavras!

Martins disse...

Parabéns, você sabe se expressar com claresa..

Gostei da foto e principalmente do texto.

valeu

young vapire luke lestat news disse...

retornado e reafirmando.....
perfeito o texto...

[]s L.Sakssidafohot

Mano Guardanapo disse...

Gosto é de textos assim,
pequenos e com conteudo

CapinaremosRH@gmail.com (Zanfa) disse...

Everaldo, o que é essa foto com a máscara ai do lado?!

Marco Antonio disse...

Ah...

mais uma vez li isso, com mais calma... é impossível não viajar.

Paulo Cézar disse...

Caralho!!!
seu blog tá muito bom!!!

desculpa palo caralho, não sei se pode falar caralho aqui!!!

Jeff McFly disse...

Cara.. essa postagem tá muito bacana. Parabéns. Continua assim e vamo q vamo!

Debora Hegedus disse...

URRUUUUUUU.


Cadê o DVD seu tratante? rsrsrs

KSM_SAMA disse...

cara vc resumiu a vida de muitos muito show meus sinceros parabens continue assim =]



www,ksm-sama.blogspot.com

Danilo Moreira disse...

Voce realmente pegou a vida e torceu, até sair água pura, sangue e cacos de vidro.

Mas no fim, ela está limpinha, pronta de novo para nos servir.

Não sei se vc curte, mas te indiquei pra um meme lá na postagem anterior do meu blog. Confira!!!

Abçs!!!

----------------------------------
http://emlinhas.blogspot.com/

EM LINHAS...
Quando as palavras se tornam o nosso

mais precioso divã.

Novo texto: Tragédia News
----------------------------------

Deleite Crônico disse...

saudade é fooooooooooooogo!!

Mano Guardanapo disse...

Nossa, fazia um tempão
que eu não dava uma olhada aqui no teu blog, mais ele ainda continua muito bom

Parabéns

xD

erika janine disse...

Muito legal seu blog. Parabens!

blog disse...

Já devidamente comentado.
Eu, à espera.

Abraço

Ramon Mulin disse...

Muito bom seu texto. Como faxemos tantas coisas, podemos tantas coisas e não percebemos não é??
Adoro seus textos, eles fazem refletir.
Abraços.

Johnny M. disse...

Ou seja, vc é exatamente como nós, eu e eles, alguém normal e anormal. Na parte do "fiel da balança" juro que eu li "Fidel na balança"...rs..
Abraço

BLOGDOED disse...

Só duas palavras:

DU
KARAIO

(se eu escrever mais vira pleonasmo ou proselitismo barato)

Lim disse...

Fiquei fã!

Bju

Lilian Mello

http://lilianmello.blogspot.com

CapinaremosRH@gmail.com (Zanfa) disse...

Não querendo ser chato, mas já sendo, quando sai o próximo poema? =p

César Fernández disse...

ainda não atualizou :/

Fábio Buchecha disse...

Temo já ter comentado isso aqui nesse post, mas vou arriscar.

O que me supreendeu foi o ritmo do seu texto. Um tanto agoniante

SOLTEIRAS SA disse...

Lindo qualquer um se identifica nestes versos

Alle Nascimento disse...

confusso demais, pra hj. Porém muito, muito intenso...


abçs
ALLE

Jan Träumer disse...

Bom o teu blog, os textos, as imagens... gostei!