quinta-feira, 27 de março de 2008

O Monjolo, Palhaços & Khalil Gibran

O Monjolo, Palhaços & Khalil Gibran
Ao sair para uma caminhada matinal pelo bairro, observo crianças fantasiadas indo para a Escola, sim pequenos e graciosos palhacinhos dando paços curtos fazendo momices matinais... Hoje, 27 de Março é o Dia do Circo, Dia do Palhaço, paro e fico apreciando a cena surreal, gostaria de me vestir assim... Caminho mais um pouco, sento em um banco de uma praça e observo calmamente trabalhadores carpindo o mato, o movimento, a voz, o som das enxadas, o cheiro, o calor...
Reporto-me para a estrada, as viagens que marcam a gente, lembro que um dia encontrei um Monjolo, isso mesmo, aquele para bater feijão, milho etc... Coloco então todas as minhas palavras dentro desse Monjolo imaginário e fico ouvindo o som do martelo de madeira, impulsionado pela água, socar, bater e bater, transformando palavras velhas em novas, em pensamentos, em devaneios matutinos...
Apenas o Sol iluminava esse Monjolo, pela janela, pela porta sempre aberta, era feito de barro, pau a pique, ao lado margeava um pequeno fio de água, suficiente para impulsionar a roda de madeira...
Hoje o Monjolo que eu conhecia não existe mais, ele ruiu, só escombros, as intempéries e o descaso humano acabaram por colocá-lo abaixo...
A consciência aos poucos retorna, o Sol já quente ofusca a visão... Saio devagar, observo ao chão um desses bilhetes da Loteria Federal, impresso nele a seguinte mensagem:
- Homenagem aos 125 anos de nascimento do pintor, escritor e poeta Khalil Gibran
Incrível & surreal manhã ensolarada na periferia de São Paulo – O mestre Gibran morreu em 10 de abril de 1931, segue um poema seu:
"Ainda ontem pensava que não era"

Ainda ontem pensava que não era
mais do que um fragmento trêmulo sem ritmo
na esfera da vida.
Hoje sei que sou eu a esfera,
e a vida inteira em fragmentos rítmicos move-se em mim.
Eles dizem-me no seu despertar:
" Tu e o mundo em que vives não passais de um grão de areia
sobre a margem infinita
de um mar infinito."
E no meu sonho eu respondo-lhes:
"Eu sou o mar infinito,
e todos os mundos não passam de grãos de areia
sobre a minha margem."
Só uma vez fiquei mudo.
Foi quando um homem me perguntou:
"Quem és tu?"
Kahlil Gibran
Retorno para a casa vitral, descanso, no final de tarde choveu, escrevo essas linhas tortas e vou publicar em Outras Andanças...Enfim, a caminhada, o sonho, o Monjolo, Palhaços & Khalil Gibran valeram a pena!
Foto: Monjolo - Marlene Kuhnen
Everaldo Ygor – 27.03.2008
Ao som de Múm:

35 comentários:

Tom disse...

Não sabia que hoje era o dia Do Circo e dos Palhaços, bom saber, pois adoro Circo.
Um abraço!

www.indicacao.wordpress.com

* hemisfério norte disse...

gostei
1 bjo
a.

Isadora Araújo disse...

Belíssimo poema.

Eu também não sabia que hoje era Dia do Circo. Meu pequeno irmão até comomoerou isso na escola, mas eu nem reparei... ^^

Parabéns pelo blog!

Siegrfried disse...

Gostei bastante!
Mas nunca fui num circo!
=P

natália disse...

nao sabia q hj eh dia do circo e dos palhaços!
seu blog ta mto bonito!

Vini disse...

Adoro circos. E faz um tempão que não vou em um, acho que isso está meio generalizado, infelizmente. Acho q vou aproveitar e ir num q está na minha cidade.
Abraços.
Parabéns pelo ótimo blog.
té mais.
http://viniverso.blogspot.com/

DAN disse...

Circo é legal, só não gosto daqueles que exploram animais... muitas vezes rola maus tratos.
Tinha medo de palhaço quando era menor, hehe.

http://pontodcom.blogspot.com/

DESIGNER VIGIADO disse...

olá...obrigado por comentar no DESIGNER VIGIADO... suas sugestões e críticas serão sempre benvindas... greande abraço..
http://cidadevigiada.blogspot.com/

Denise Machado disse...

Gilbran era um pretencioso e podia. Você é uma viagem deliciosa através do que escreve. Acredite, andei ao seu lado, vi e ouvi tudo.
Beijo.

Raphael disse...

Grande mestre Khalil Gibran(sem eufemismo), ele foi um dos caras que me ensinaram a viver, mas isso não vem ao caso.
Falando do meu irremediável medo de palhaços, eu jamais vestiria meu filho de palhaço, mas enfim, é só minha opinião...
Abraço

ED CAVALCANTE disse...

cara, os livros do gibran que eu gosto, coincidentemente não são de poesisas: "Asas Partidas", que é autobiografico e "O Errante", um livro de parábolas que é o meu preferido. Parabéns aos palhaços, as vezes me sinto um! kkkkkkkkk

Flá Absolut disse...

Nao sabia que era dia do palhaço!!!!!!

Obrigada pela informação ^^

Henrique Felippe disse...

Pude ouvir suas linhas e adoro circo... mas, não sabia desta data... maravilhosa por sinal... Parabéns mais um vez...

Henrique
Vai Vendo...

Dih da Pâhzinha... disse...

Você gostaria de se vestir como palhaço??? Porque??? E nao conhecia Khalil! Agora conheço!

Conquistadores (Didixy) disse...

Eu só não estava lembrado que era hoje, mas sabia que era esse mês. É um trabalho muito legal de palhaço. Fazer as pessoas rirem, se divertiram. É muito bom mesmo.

Viva o Circo.

blog disse...

Gibran foi lido afoitamente nos anos 70.
Lembro-me bem de "O Profeta", que não li, mas todos o carregavam dentro da bolsa.
A tiracolo.

O poema é o testamento.
A admiração.

Tatiana C. Mendes disse...

Ser ou não ser palhaço, que questão, não? Hoje em dia dificilmente não somos palhaços, seja da vida, seja de nós mesmos. E o que seria da vida sem peripécias? Palhaçada desaforada, por fato! Não seria vida... Mas sim sem vida.

Como não acredito em acasos, nem causos... Não foi, justamente por eles, os acasos causados, que neste surreal, interessante, texto tivemos o encontro de tais: Monjolo, palhaços & Khalil Gilbran! Vejamos, vejamos... Vida, palhaços, “quem és tu?”, indo além em suas palavras: “quem és tu, Everaldo Ygor?”. Aquele que faz graça com as palavras... Deixando-as às vezes sem graça, outras cheias de graças... Repletas de artes! E mais... (o resto você diz, escreve... Faz sorrir).

Tatiana C. Mendes
(http://tomates-verdesfritos.blogspot.com & http://imponderavelmente.blogspot.com)

O Profeta disse...

Esta é a alma que voa de um Profeta
Ao encontro do teu sentimento
Este é o sal de alva espuma
Que te ofereço e diadema de espanto…

Olhos de alma, da tua alma
Quero-os no cais da minha chegada
Espero por ti em manto de ternura
No encontro da minha caminhada


Bom fim de semana

abraço

janice diniz disse...

Sim, sim... quem pensa que sabe muito de si, não sabe é nada. Muito bom esse khalil. Excelente esse Everaldo.


Um abração

Lalo Oliveira disse...

Penso como ele, às vezes, mas 'despenso' quando vejo um vídeo sobre o universo, e o que vem?

'Sou é nada!'

Mas tudo é questão de dimensões...

Abraço!

Anônimo disse...

Que foto de monjolo artistica essa ai. Fazer rir é um dom e poesias também.

Lya Lopes disse...

Já ouvi falar muito nesse escritor. Gosto de seus trabalhos, pleo menos os que eu tive acesso.

Charles Araújo disse...

Eu gosto do circo...
Acho que tenho dentro de mim a vontade de fugir com ele!!
Me tornar um andarilho que corre o mundo em busca de aplausos.
Me refugio também nos poemas, acho que a melhor forma de se ver a vida é pela forma poética.
Viva o circo!
Viva a poesia!

Rodrigo disse...

Belo Blog muito bem planejado

Abraços

João Barbosa disse...

circo: a melhor e mais pura demonstração de arte e alegria.

http://palavrasdedesperdicio.blogspot.com/

Kelen disse...

... E assim continuamos, andanças mundanas, observando e aplaudindo truanices de clowns melancólicos...
delicioso texto...
parabéns...

ps*comente o ultimo texto do meu... http://banzooo.blogspot.com/
ficarei feliz em ter seu post lá...

Lanterna Verde disse...

parabéns ao blog que contém informações interessantes e também aos palhaços pelo dia que já passou

vlw

http://asseteartes.blogspot.com/

Portal disse...

Adoro circo... Faz tanto tempo que não vou em um.

Pena que hoje em dia o circo não é tão valorizado quanto merece.

Parabéns pelo blog!

*ღ*ღDaniela Pires*ღ*ღ disse...

Eu gosto de circo tbem... mais não desses que exploram animais esses eu sou totalmente contra... mais circos que mostram o esforço e a superaçao humana e mesmo toda a magia envolvida com criatividade e talento esse sim eu tiro o chapeu...
adorooo palhaços pena q não valorizam mais como antes

bjinn

Douglas disse...

hum..
dia dos Palhaços...
coitados, sua profissão foi tão banalizada que ninguém sabia disso...
e pensar que eles fazem a alegria (e o medo também^^) de nossas crianças...
aiai...
{^^

dbaskt disse...

dia do circo....interessnate...

abraço

www.locupletado.wordpress.com

Henrique disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
HenriqueM disse...

Eu ne fazia idéia de qual era o Dia do Circo. Haha,quando penso em circo, hoje em dia, me vem à cabeça o Cirque du Soleil. Sempre gostei de circo desde criança. E quando conheci o Cirque, tudo se tornou melhor.
;)
Quem dera que o mundo fosse um circo. Não depalhaços bobos, mas sim de pessoas felizes.

luis meco conti disse...

Oi, vi seu blog no "Blog para adultos"
Muito bacana...
Gostei muito do design do seu blofg tambem... eu sou absolutamente relapso com isso no meu, por isso admiro bons visuais

segue uma sugestão de leitura: "Santa Maria do Circo" de David Toscana.
Um humor negro e sarcastico sobre uma trupe circense no mexico...

DAN disse...

Bem legal, essa relação de coisas aparentemente desconexas... eu tinha uma banda chamada monjolo, hehe. abraço.