sexta-feira, 9 de novembro de 2007

..Encéfalo..

Foto: Joel Santos
Cabeças
São como caixas de ressonâncias
Pensamentos
São cunhas que abrem corações

Nas ruas o vento vira fumaça
Nas matas o vento trás pequenas e grandes mensagens
Ouvimos pouco
Ouvimos fumaça

Segredos revelados ao homem
Nas camas
Nas noites, crepúsculos mentais.
Na face, absorto estou

Versos dizem pouco,
Estrofes revelam segredos,
Poemas sovam corações.
Aos olhos dos outros
Cruel e Belo aos olhos dos outros,
Em todo tempo
Aos olhos dos outros...
E os nossos cansados olhos para onde estão olhando agora...
Para onde?

Everaldo Ygor – 07 de Setembro, revisado em Outubro e Novembro de 2007.

46 comentários:

Ramon disse...

Cara, parabéns...o blog tá ótimo, seus poemas são exelentes!!
Esse aqui em especial. O último verso, PERFEITO!

Tati disse...

Parabéns poeta!!!

Muito bem escrito, com tanta profundidade...!

Eu, as vezes me arrisco a escrever um ou outro poema, mas logo desisto, não tenho este dom.

Marcelo disse...

eh, a gnt nao tm muito pra onde olhar, mesmo

otimo poema

david santos disse...

É verdade, Everaldo. Há sempre um olhar, mas...
Fantástico, parabéns.

Richard disse...

E nossos olhos, para onde olham agora? Na verdade quase nunca olhamos nada, quase nunca focamos nada, muito memos percebemos... as vezes, olhamos sem ver...
Abraço.

César Fernández disse...

teus poemas são demais :D

Johnny M. disse...

Bela poesia. Gostei de verdade. Parabéns. Gostaria de saber me expressar poeticamente assim.

Jonathan disse...

Belo poema. Gostei das idéias que foram soltas ao longo dos versos até se concretizar com a pergunta final.

Mas parei um pouco na questão do ouvir. O mundo de hoje supervaloriza o que é visto e não o que é ouvido. Precisamos ouvir mais do que somente olhar, olhar e olhar.

Se quiser confira meus poemas também!

Mila disse...

oi!! retribuindo a visita....

gostei muito....vc escreve muito bem!!

vi que vc é sociólogo...o que me lembrou que tenho prova de sociologia daqui duas semanas e que eu não sei nda

touché disse...

A poesia é a arte de materializar sombras e de dar existência ao nada. ",disse Edmund Burke. Muito bom,poeta!Prá poucas pessoas hoje em dia,podemos dizer que são poetas. Te deixo um abraço e desejos de bom fim de semana.
Qd puder,apareça..

disse...

gostei ....


obrigado pela visita.
beijos

Pat disse...

Oi,
Estou passando pra retribuir a visista em meu blog,muito obrigada.
Seu blog é cheio de poesia e cultura.Parabéns.
Beijos
Volte sempre,é muito bemvindo.
Até+

Fênix Dualista disse...

Ficou lindo, adorei a ultima estrofe.

"Versos dizem pouco,
Estrofes revelam segredos,
Poemas sovam corações."

Escrevendo revelamos os segredos mais escondidos.

abraço.

membro adsense disse...

Olá...
Vim até aqui,para oferecer uma opostunidade de RENDA!
Vou poupar palavras exageradas,e ir direto ao assunto:

-Temos uma Corrente do Adsense,em que cada membro clica no anúncio exposto no site/blog dos outros participantes,gerando uma renda DIÁRIA,que no final do Mês soma-se muito!
Veja o exemplo:

*30 pessoas,cada uma delas clica nos outros links participantes de anúncios,
*Cada clique gera $0,20 +/-
*Por dia,já são $6,00
*Por Mês já são $180,00 (DÓLARES)

Nossa "Corrente do Adsense" está crescendo,e caso queira fazer parte,entre com contato: corrente.adsense@bol.com.br
Envie suas dúvidas,dê idéias e confirme sua participação!

Andrea Cristo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andrea Cristo disse...

Você sempre se superando Ygor! Maravilhosa poesia sobre as formas de expressões dos poetas e a observação do leitor. Um forte abraço

sanfelice@gmail.com (Zanfa) disse...

Às vezes nos preocupamos mais com o olhar dos outros em relação a nossa imagem do que para onde olharemos.

Pelo poema. ;D

Autos Wallpaper disse...

Gostei do seu blog, Parabéns!

tenha uma boa segunda,
Abraço

http://autoswallpaper.blogspot.com

Dragus disse...

Nesse momento olho para o monitor.

Bom poema, muito bom mesmo.

Natanael Garcia disse...

Nossa fico fascinado por quem escreve esse tipode texto, tenho um blog em homenagem a uma ginasta brasileira, tenho o desejo de aprender pq quero poder colocar no blog dela, parabens cara.... um dia vou conseguir, alias eu nunca escrevia em blogs, só agora q to começando e me apaixonei ja..... falow

Otávio B. disse...

Um poema forte, profundo e belíssimo...Gostei, gostei muito.

Abraços

Descharth disse...

Gostei da forma que vc se entrega nos seus poemas.
Parabéns

Debora Hegedus disse...

e o dvd?? rsrsrsrsrs

young vapire luke lestat news disse...

Muito boa poesia .....
já sou fan de seus escritos .....


[]s L.Sakssida

Danielll2 disse...

Quem faz os poemas?
Você mesmo?
Se for amigao.. vc tem talento!

Abraços!

Anônimo disse...

Hehehehehe
Sim meu amigo, eu sou o autor...
Everaldo Ygor
http://outrasandancas.blogspot.com/

Arthurius Maximus disse...

Gostei do poema, me envolvi com os versos e com o jogo visual que você bolou. Seus outros textos também são muito bons.
Poesia e emoção, estão em falta no nosso dia-a-dia. Talvez se resgatássemos essa perda, o mundo fosse um lugar melhor de se viver.

Ana D disse...

Tão melodioso ...Gostei muitíssimo...Muito seu, muito original mesmo...E tem frases não parecidas com coisas já lidas em outras obras...Aprecio isso...

Antonio † disse...

expressivo ;]
lírico até
flw

Jéssica Torres disse...

Fico sempre sem palavras quando leio teus poemas, não sei o que comentar, passam tantas coisas em minha mente, e nao consigo pensar nada a altura das tuas palavras!

adorei mais uma vez

Paula Oliveira disse...

Lindo poema, muito bem escrito.

Parabéns pelo blog. É ótimo!

Abraço

MaxReinert disse...

... Minha segunda vez por aqui... e serviu pra confirmar a qualidade da escrita ... muito bom....

Kemp disse...

Ouvimos fumaça
hehehe
Está se referindo a São Paulo????
hehehe

Brincadeiras a parte! Amei o poema...
Abração!
Kemp

Tati disse...

Eu já havia comentado neste mesmo post, e volto a dizer...escreves de maneira linda e profunda...!

Parabéns!

Marcelo disse...

muito bom poema, pra pensar

Otávio B. disse...

Já estive aqui antes, e agora volto para reler esse belíssimo poema...

Mais uma vez o parabenizo bela riqueza verbal, pelo arranjo de palavras e principalmente pelo sentimento passado...

Abraços

K.Rafael disse...

Eu tenho uma certa impressão de que ja passei por aqui. Muito bom...

young vapire luke lestat news disse...

Ygor, ja comentei antes ...
Agora só reafirmando gosto muito das tuas poesias, caro poeta urbano...


[]s L.Sakssida

Rafael Filho disse...

Nossa e que poesia! Brilhante realmente.

Bruno Vox disse...

Excelente poema, parabéns seu blog é muito bom...

An@Lu disse...

os poemas são muito bonitos.
eu levo mais jeito para prosa, e admiro quem faz poesia com essa qualidade toda.
parabéns!

massacration disse...

muito bem escrito

otimo e lindamente escrito


www.fanaticosporcinema.blogspot.com

D y a n e P r i s c i l a disse...

Parabéns pelo Blog, pelas palavbras, encanto de emoções, reflexões, muito perfeito, fico lisonjeada pela tua visita ao meu humilde blog, obrigada por ter emprgado seu tempo em ler minhas palavras e ter comentado!


Suas palavras são extraordinárias!

Beijos.

Lucas disse...

Eu gostei desse, especialmente....

http://almabebada.blogspot.com

* hemisfério norte disse...

autismo

não capto esgares
nem aguento abraços.
não comunico, só calculo.

a.

Márlon Hernandes disse...

Pessoal...estou no ar com um novo blog se puderem dar uma visitinha pra prestigiá-lo agradeço....
http://megamaquina.blogspot.com/