quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

:Poema Inverno e Dezembros:

Poema Inverno e Dezembros.
Dia amanhece,
Pós noite de fogueira fria...
Pinhas queimadas.
Salamandras e Almas dançando estáticas fotos.
Manhã - desce o nevoeiro - sobem espíritos azuis...
Paisagem verde, amarela, flores vermelhas...
É rio, som cachoeira... Cheiro de café passado, antigo.
É o manto dos teus olhos em noite fria.
Encobertos por lençóis,
Cobertas mentais, minha alma pesada e quente...

Dolente música de pássaros e insetos
Do cello, do violão... Do coração, do ar...
E meus passos na noite fria, em caminhos de velas
Azuis acesas...

De manhã tombam as folhas após batalha de geada noturna, com céu azul.
Sob e sobre o chão
Em árvores nuas
São gritos, meus gritos...
Desta sua ausência, presente sempre!
Imersão melancólica, íntimo olhar.
Mergulho em folhas secas, no teu cheiro, na fumaça, no fogo, no vinho seco em mim, em mim...
Em mim:
Flores, borboletas e escorpiões azuis...
Fotos: Everaldo Ygor
Everaldo Ygor

Junho 2007, revisado Dezembro 2007.

35 comentários:

blog disse...

Simbolismo puro, camarada.
A mistura de sons e visões, que os acadêmicos chamam de sinestesia, está presente de forma que a pieguice passou longe.
Vc tem talento, cara.

Já leu Corbiére? Mallarmé? Verlaine?
Se não, leia. Vc vai se identificar com esses senhores.

Abraço

Rafael disse...

O paradoxo se fez presente.
você brinca com as figuras de linguagem muito bem.
Já tem livro publicado?
Estou virando seu fã de verdade viu.

Nunca mais escrevi poema =\

Abraços.

Rafael disse...

Sou poeta rapaz.
têm alguns poemas meu lá no meu blog. olhe com atenção e veras.

VOU LINKAR SEU BLOG NO MEU.

ainda hoje.

Dragus disse...

Gostei do simbolismo. =D

Nathy disse...

Lindas poesias!!! Lindas mesmo...Beijos!

Meerstempel Badist disse...

Bela poesia.
um texto para se refletir e pensar sobre tudo.

Caroline Bigarel disse...

Simbolismo, é claro.
Excelente post!
No meu desconhecimento profundo de poesias, eu chamaria a sua de bela, belíssima!
bjs

DuDu Magalhães disse...

Amo paradoxo.O!

curti o poema, instigante, prende a atenção do leitor, muito bacana mesmo!

abras

http://confessione.zip.net/

no mundo da imaginaçao disse...

Muito bom o poema.
gosto do jogo de cores que ele me traz sentimentos sabores e cheiros...

Comentando sem licença quase uma invasão...
Parabéns pelo poema...

j disse...

ERAS, SOMBRIOOO

Vigilante Manfio, mais atrapalhado que Cusco em procissão disse...

bom para reflexão, mas eu não entendo poesias, por isso me desculpe mas eu não vou poder lhe avaliar

blog disse...

Já comentei e continuo a perguntar se a ligação com o Simbolismo é intencional.
Se for, ótimo.
Se não, melhor ainda.
É o que Jung chamaria de inconsciente coletivo.
Vc tem talento, camarada.

Raul disse...

as flores da imagem lembram as flores do jardim da minha vó
muito bom o poema
parabens

Diego disse...

bom texto..

blog disse...

À espera de um novo e simbolista (ou neo) poema.
Abraço.

Victor Signorelli disse...

Lgl o blog..
xDD
gostei bastante..
=D
parabens!

Pombinho-virtual disse...

bacan to aprendendo muito sobre poesias nos blog' antes eu so conhecia aquela "batatinha quando nasce espalha-rama pelo chão.....

Pendréz Mentos disse...

mto bom o blog..
=D

Marcelo disse...

o cara do primeiro comentario disse q eh simbolismo e td mundo foi atras hahah

mas esta otima

Aventureiro disse...

Belo poema!

Gregory Vancher disse...

Muito bom!!!
Eu não sou muito de analisar os poemas, prefiro senti-los,então não falarei das figuras de liguagem mas sim do seu domínio da linguagem, que é incrível. Muito bom, provocando sentimentos e recordaçoes suas em cada um dos leitores (pelo menos, neste).
Parabéns!

LiiiH** .... =] disse...

linda a poesia...
é sua??

beijooos

visite o meu se kiser

http://www.aline-liih.blogspot.com/

Marco Antonio disse...

E o mais interessante é sensibilizar-se com este poema.
Tentar sentir o que você tenta transmitir... é uma verdadeira viagem por cores e sons...

Everton disse...

belos poemas
excelente blog

Camila Magalhães disse...

Q lindo,,, adorei!

Rafael disse...

Olhei seu perfil hoje.
Você é o cara.
Desejei conhecer-lo pessoalmente.

Robson disse...

RE-LI A POESIA E ACHEI NOVAMENTE MUITO BOA,ESPERO QUE A PRÓXIMA SEJA MELHOR AINDA E QUE VOCÊ ESTEJA PENSANDO FAZER UM LIVRO


PARABÉNS!
(MESMO QUE DE COLETÂNIAS)

HTTP://CASADESOGRA.BLOGSPOT.COM

gui-san disse...

Interessante para refletir.
Li outros textos seus e vi que você tem talento, isso deve ser um dom.
Parabéns!

Gregory Vancher disse...

Já comentei e estou esperando pelo próximo post!

Ah! Adicionei mais uma parte do conto no blog, se quiser, dá uma passada lá, ok?

http://theothersideofthemask.blogspot.com

†YaGo-SaN† disse...

Não adimiro muito poesia, mas gostei dessaa ^^

Lizandra disse...

yeah!

Na conta! disse...

Não posso dizer que sou dos maiores amantes da poesia. Mas verdade seja dita, é notavel o teu taleto.

* hemisfério norte disse...

gostei muito.
me diz essa flores são dái do brasil?
Aqui temos muitas, são um encanto também nas ilhas açoreanas.
bj
a.
p.s. FELIZ NATAL E BOM ANO 2008

Rui Caetano disse...

Um Feliz natal

Frank Morgan disse...

Adorei o poema e o blog.
Unica coisa que não ajuda na visualização do contéudo é o template que está um pouco fora dos padrões.
Mesmo assim show de bola cara.

Abraços,
http://polvoloko.blogspot.com/