quarta-feira, 19 de setembro de 2007

PANORAMA - CÁTIA DE FRANÇA

Diversos são os autores e poesias que eu gosto de vociferar em minhas performances em nossos Saraus aqui em Sampa - BR e nas Cercanias. Este POST especial, vai para toda a Lusofonia que aprecia esse Blog. Faço parte de um grupo, o Sarau do Elo Incandescente, grupo nômade de Sarau Itinerante. Tenho predileção por um poema/música em especial, Panorama de Cátia de França:

Panorama
Cátia de França
Composição: Cátia de França

...vou colocar uma ratoeira no alto do edifício
pra pegar uns avião passando com muita zueira
sem ligar, sem atenção, perturbando o sono alheio
fazendo muito estrupício

das antenas de TV, vou fazer uma bela rede
de fazenda colorida pra pegar uns pensamentos
que por aí vão avoando, sem rumo, com atrevimento
separando eu de você

as casas de cobertura, são dos ricos, eu já sei
já que o chão tá ocupado, se assobem nas alturas
pensando que assim se consolam, são um bando de canários
presos numa bela gaiola

tudo isso não faz inveja pra quem vem lá do sertão
bicho de qualquer qualidade, soltinho na amplidão
jardim na frente da casa, cantando no galho um bem te vi
eu vou é m’embora daqui, eu vou é m’embora daqui...

Paraibana de João Pessoa, aprendeu na infância a tocar piano, violão, sanfona, flauta e percussão. Foi professora de música em sua cidade natal por algum tempo, até começar a compor em parceria com o poeta Diógenes Brayner. Participou de festivais de música popular na década de 60, época em que viajou à Europa com um grupo folclórico. Em 1970 saiu o primeiro compacto duplo, com músicas vencedoras de um festival estadual. De volta ao Brasil, foi para o Rio de Janeiro, onde travou contato com outros músicos nordestinos, como Zé Ramalho, Amelinha e Sivuca. O primeiro LP solo, "20 Palavras ao Redor do Sol", foi lançado em 1979, com músicas compostas sobre poemas de João Cabral de Melo Neto. Gravou outros discos nos anos 80 e em 1997 lançou o primeiro CD, "Avatar", com composições baseadas nos poemas de Manoel de Barros e na literatura de José Lins do Rego. Alguns intérpretes já gravaram músicas suas, como Elba Ramalho ("Kukukaya", "Oitava"). Chico César e Xangai participam de "Avatar". Everaldo Ygor.

2 comentários:

Bruno Goularte disse...

Bonito! Super moderno!

http://comgas.blogspot.com

Anônimo disse...

Paraiba...
João vai para lá.