sábado, 27 de outubro de 2007

...Lá se vai mais uma Tertúlia...


Tertúlias são episódios surreais, manifestações egoicas de Seres que ainda teimam em vociferar verdades rimas e mentiras métricas... São momentos únicos, do vórtice da criação poética, da embriaguez eterna. A cada Sarau, momentos diferentes, vidas diferentes, vidas ausentes, anoitecemos. Velas, incenso, Seres, livros, tudo preparado para mais um ritual. Poesia, cânticos, representações, fumaça no ar e pessoas girando ao som da viola mágica... Mais uma festa! - Tocar a harpa da criação a cada Sarau, não é fácil, mas a resistência romântica de alguns faz a engrenagem girar, faz a poesia valer a pena, faz declamar os tímidos, os bêbados, os transeuntes, as almas nem tanto penadas... Sempre renascendo, ele vai... Em palcos, nas praças, nos bares, em todo lugar, ocupando os espaços de direito até o dia clarear. Em breve, mais um evento da discórdia cultural, mais um episódio da saga do Sarau do Elo Incandescente, dos Troupoetas, dos personagens que compõem essa história, dos argonautas do asfalto, das Musas, da poesia das esquinas de nossas vidas. Lá se vai mais um Sarau... Vou aguardar a Lua encher mais uma vez, para transbordar o coração daqueles Poetas que seguram a beleza e o peso da Lua, da Terra e todo o firmamento em suas costas... Poetas andarilhos, pára-raios móveis... Valeu!
Everaldo Ygor – 27.10.2007
Foto: Apanhador de Sonhos - Arte do Cabral - Sarau - Interior do Bar do Marquinhos.

21 comentários:

Zanfa disse...

Deve ter sido bom, queria ter visto. =/

Eliseu Antonio Gomes disse...

O que dizer? Digo que o autor é mestre da expressão!

Anônimo disse...

bem legal teu blog
Abraço

Osmar Portilho disse...

muito bom cara!

Richard disse...

E de alguma forma, quem dá voz a humanidade são mesmo os poetas...

Jéssica Torres disse...

Nossa! Deve ter sido maravilhoso!
E teu texto ficou bem interessante, cheio de sentimentos!

André Logan disse...

Cara, não entendi nada do que vc disse nesse texto... tem palavra ai que nunca nem vi... jkajkajakjakajkajk

vitor disse...

sempre tem um anonimo dizendo que o blog eh bom...pqp!!!
Mermão p mim tertulia era os encontros de jovens na epoca da jovem guarda...minha mae e meu pai faziam isso, marcava uma casa e levava um som p galera curtir...agora oque vc descreveu eu ja participei muito aqui em Fortal na UFC, mas a gente chamava de vinholada...ja entendeu neh?vinho e musica no violao a noite toda...com diretio a poesia e perfomances de atores...
http://sacochei.blogspot.com

Lucas Conrado disse...

Ó, que legal?
Onde acontecem esses Saraus?
gostei da forma que o texto foi escrito! Ficou muito legal!

Bruno "Buruka" disse...

Texto bom e blog legal



www.burukamb.blogspot.com

Diego disse...

bem subjetivo! muito bem escrito, gostei, obrigado pela visita no http://tribuenas.blogspot.com

espero que volte mais vezes!

Wanderson "Wans" disse...

O mundo realmente precisa de poesia. Precisa de quem a possa colocar em todos os lugares, sem tirar a seriedade das coisa. Isso fará o mundo se tornar mais leve, mais suportável.

Zanfa disse...

Qual é a próxima parada?

xD

Kemp disse...

Poesia é sempre muito bem-vinda...
Amei o trecho final!

Abração forte!
Kemp

Anônimo disse...

Venon
Esse sarau deve ter sido muito bom
Texto muito bom!
Abraço

Descharth disse...

Rapaz nem lembro mais do ultimo sarau que fui... quer dizer lembro em flash .

fim dos anos 80 Rj...

A forma que você escreveu foi coroada com a ótima sacada da foto do apanhador de sonhos...

Lucas Conrado disse...

cara, já comentei esse.
vou comentar o de baixo, ok?
visite meu blog!
http://lucasconrado.blogspot.com/

Guga Paz disse...

Cultura, cultura, cultura. Como é bom saber que muitos ainda curtem e fazem programas verdadeiramentes culturais. Abço.

Bruna Battirola disse...

Já tinha comentado aqui
bem legal, gostei muito

Lord Sarubiano disse...

Belo texto. Uma pena que, lendo os comentários, alguns não conseguiram captar a alma "da coisa". Mas achei interessante a sua forma de narrar e principalmente gostei do tema. A poesia anda sumida de nossas vidas e é preciso trazê-la ao convívio do povo o mais rápido possível. com certeza, seríamos pessoas melhores.

Dragus disse...

Nossa, pela descrição a coisa é bem confusa... o.o'

E ao mesmo tempo bela pra quem está de fora.