terça-feira, 17 de julho de 2007

Poema para o cão Jack!

Poema Jack, tem nome de gringo, tem nome de bebida, tem nome de Ygor. Pelo amarelo e branco, sonhou em Ser gente e latia a musica das esferas. Eu em Ser Cão Jack. Caminhou junto, dividia seu sorriso, caminhou no Girassol tomou banho de Sol e cachoeira. Morreu correndo e agora brinca em outros planos. Meus planos; cachoeira e banho de Sol. Everaldo Ygor

2 comentários:

lenekuhnen disse...

Comeu polenta, pegou carrapato e ganhou brinquedinho...

Anônimo disse...

Investigações extras oficiais dão conta que o animal em questão suicidou-se ao tentar abalroar um veículo em moviemnto utilizando-se da cabeça.